Filipa Veiga

Um altar. O teu espaço.

O meu altar
 
O altar representa aquela morada infalível, que está ali sempre para nos ouvir, para nos escutar, os nossos mais guardados segredos. O lugar de todos os lugares. O lugar da absoluta validação, onde sou bem-vinda tal como sou, onde tudo é sagrado tal como é.
 
É o lugar onde podemos expressar a nossa culpa, as nossas frustrações e até a nossa raiva. Ao comunicarmos estas emoções ao nosso altar guardamos espaço para não magoar os outros e quebramos ciclos de desamparos e dor. 
 
O altar é onde colocamos nossas Devis – Sarasvati, Laksmi, Durga ou qualquer outra divindade – que representa o deus omnisciente, omnipotente, não manipulador e sem agendas, o nosso local de refúgio, o nosso santuário, até que conheçamos o nosso rosto, até que possamos aceitar tudo como amável e adorável e olhar para isso como algo não separado dela / eu.
 
À medida que cresço, descubro que tudo o que está aqui é dado. É-nos oferecido, de graça. Graça está contida na palavra ‘gratidão’. Sabemos que não somos o criador ou autor de nada do que possuímos ou conhecemos. Tudo nos foi dado por forças superiores e ao reconhecermos isto, entendemos o infinito. Podemos expressar gratidão no altar com palavras, oferendas, histórias, orações, canções, danças, flores, água, comida, etc. Não importa o que oferecemos. O que importa é o gesto. A ação que fazemos para mostrar a nossa gratidão e criar harmonia cósmica.
 
A nossa vida torna-se ela própria uma oferta. E a oferta final és tu mesma.
 
Traz tua a tua deviness ao criar o teu altar. Deixa o coração livre e expressar-se da maneira que quiser. O amor, a tua devoção, a tua visão, a tua inspiração, os objetivos, o cuidado – a ti como uma mulher.
 
O que é um altar?
O teu altar refere-se ao teu espaço de trabalho ritualista. É aqui que as tuas ferramentas mágicas são colocadas junto com quaisquer representações do tema ou propósito do ritual. São usados ​​em quase todos os tipos de cerimónias espirituais, mágicas ou religiosas.
Os altares podem ser bonitos e extravagantes ou simples e práticos.
Colocado de forma mais abstrata, gosto de pensar nos altares como uma área sagrada e, ao criares o teu altar, convidas energias de proteção e guiar seus rituais, celebrações ou intenções.
Os altares também são um lugar para:
criatividade
gratidão
auto-exploração
crescimento espiritual
orientação
 
O altar é sagrado e está vivo.
As energias que estás a invocar vêm dele, então certifica-te de mostrar tua devoção e gratidão. 
Aqui vai uma dica importante: se invocaste uma divindade, pensa em fazer um gesto final de gratidão. Frequentemente procuro uma oferenda na natureza que esteja associada à divindade com al qual trabalhei. O que quer que decidas, o teu altar deve ser criativo e pessoal para ti e teu ritual.
 
O quen podes colocar no teu altar:
• Imagens ou estátuas de divindades (por exemplo, Sarasvati, Lakshmi, Bhumi, QuanYin, Egg Yoni, etc) ou qualquer outra imagem que represente para ti o infalível, aquele que é compassivo e está imbuído de qualidades de santidade, segurança, sem agenda, confiança, amor, não julgamento, paciência, compromisso, etc.
• Espelho
• Vela (s) ou lamparina a óleo
• Porta-incenso
• Fotografias ou imagens de pessoas que já passaram, os nossos ancestrais
• Qualquer outro objecto que seja sagrado para ti
 
 
Benefícios para a criação de altares em tua casa.
 
Fui apresentada à construção de altares em Bali. Com o tempo, comecei a criar os meus próprios altares na minha casa e descobri que eles me permitiam muitas oportunidades que eu não teria experienciado de outra forma. Os benefícios a seguir explicam porque eu construo altares e como eles podem mudar tua vida.
 
1. Permite que o indivíduo tenha uma conexão direta com o divino, independentemente de como vês o divino.
2. Aprendes maneiras novas e criativas de ver as situações na tua vida.
3. Construir altares é uma maneira positiva de realmente fazer algo a respeito das coisas na tua vida que te podem estar a influenciar de forma negativa. A conexão com o divino é sempre uma coisa boa.
3. Construir altares é uma maneira positiva de realmente fazer algo a respeito das coisas em sua vida que podem estar influenciando você negativamente. Essa conexão com o divino é sempre uma coisa boa.

4. Ajuda-te a ter um centro espiritual na tua vida que a vai enriquecer muito.

5. Criar altares é uma forma de arte. Ao contrário do que alguns possam pensar, descobrir o que colocar no altar para obter os resultados desejados exige tempo, reflexão e compreensão do simbolismo. Talvez penses que não sabes desenhar, pintar ou mesmo escrever, mas qualquer um pode construir um belo altar.

6. Ganhas uma biblioteca mental muito grande de símbolos. Aprendes cores e seus significados antigos, o que os animais simbolizavam para os povos indígenas e muitas outras personagens. Podes aprender formas antigas de simbologia, como o baralho de tarô.

7. Construir altares é meditativo e relaxante. Outro benefício neste mundo de alto stresse em que vivemos.

8. Se és uma artesã, criar objectos para o altar é outra maneira de relaxar.

9. Os altares criam um centro espiritual na casa e criam energia positiva e fluxo de energia por toda a casa.

10. Os altares são uma forma de apresentar às crianças a espiritualidade e o divino, e também permitir que participem ativamente, ajudando na construção, se assim o desejarem.

Como podes ver, há muitos benefícios em construir altares e tê-los em casa. É minha esperança que muito mais pessoas aproveitem esta ferramenta maravilhosa para a vida espiritual a que todos nós temos acesso.

Com amor

Namaste